quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Saudade e só

maldita esperança,
essa metida
que não cansa
será que não dorme
cochila
ou descansa?
Dona esperança,
me deixa viver
só de saudade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário