quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Assalto à mão amada

Teu adeus
foi pior que
um assalto.
Me tirou tudo.
Me levou ao nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário