terça-feira, 15 de setembro de 2015

Crueldade

Cruel é este lápis
que risca a folha
sem dar satisfação.
Culpado é o poeta
e a sua indecisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário