quarta-feira, 15 de julho de 2015

[ou]

Num dia de sol
  [ou num dia feio de outono]
a gente vai se encontrar
naquela ponte perto do cais
  [ou naquele bar que não frequento mais]
e eu falarei, até os pássaros escutarão
  [ou não, não sei como é a audição deles]
que encontros como esse merecem
um beijo como brinde
  [ou que beijos nunca precisam de justificativa].

Nenhum comentário:

Postar um comentário