terça-feira, 7 de abril de 2015

Vazamento

O teu adeus
foi tão seco
que nunca mais houveram
goteiras na sala de espera
do meu coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário