terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Rusga

Você saiu
Revoltada e 
Bateu a porta.
Franzi minha testa
Em negação,
Os quadros da
Nossa parede
Se foram ao chão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário