domingo, 5 de outubro de 2014

Nos Convém Tão Bem

Convém aos amantes
Concordar
Que agora é melhor do que antes
Depois do amor acordar.

Comprador

Dos lábios que se tocam
Das sensações que provocam
Dos sentimentos que evocam.

Os beijos teus
São o fim da minha vida chata
Será que os beijos teus
São vendidos em lata?

Vidas Breves de Quem Escreve

Tem dias que eu quero riscar
Mil papéis para que sirvam de testemunho
E quem sabe assim eu possa provar
Que a minha vida é só um simples rascunho.

Sobre Acordar

Hoje eu acordei sentimento
Hoje eu acordei amor.
Dei bom dia pra tudo
Até assoviei com os pássaros.
Dormi feliz
Abraçando o travesseiro.


Mas amanha posso acordar sentimento
Posso acordar desgosto.
Não darei bom dia pra nada
Mandarei os pássaros se calarem.
Dormirei odiando o mundo
Mordendo o travesseiro.

Quero Um Alguém que Olhe a Lua com Outros Olhos

Quero um alguém
Que ao olhar pra Lua
Sorria e admire.

Quero chamar de meu bem
Alguém que tenha alma pura
E que na Lua seus pensamentos mire.

Pelos Trilhos

Nós dois
Nossos beijos
E os trilhos do trem.

Sem pensar no depois
No caminho da fonte dos desejos,
Eu quero pedir você e mais ninguém.

Sobre Términos

Terminar
É como ficar de ressaca
Por um mês.

Terminar
É como chegar ao fundo do poço
Pulando de cabeça pela primeira vez.

Terminar
É calar a voz do pássaro que mora em você
Mesmo sem culpa, ele nada lhe fez.

Terminar
É achar que a vida é fácil como dama
E ter suas peças comidas como no xadrez.

Terminar
É ver uma ponte cair
Quando a ligação de dois mundos se desfez.

Terminar
É dar ponto final
A um talvez.

Colecionadores Compulsivos de Sentimentos Destrutivos

Há pessoas
Que adoram odiar
Falam mal do mundo
Mas o mundo nem as quer escutar.


Elas guardam sentimentos tão profundos
Que parecem âncoras que não sairão do lugar.

Desped(ida)

A despedida
Sempre é algo tão azedo.
A saudade será bem-vinda
Pois é quem chega mais cedo.


Toda vez que de ti me despeço,
Algo em mim fica faltando.
Sempre no final peço
Que o tempo que nos distancia passe voando.

A despedida
Ah, despedida...