sábado, 5 de abril de 2014

Sorte


Pisar na poça de água
Perder o ônibus
Meu café ficou gelado
A espinha antes da festa
Um fio branco apareceu
Quebrei a ponta do lápis
Amar e não ser amado.
Afinal,
Eu sou o mais sortudo do mundo
Em ser azarado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário