sábado, 5 de abril de 2014

3° Pessoa


Num pedacinho de papel
Ele anotou
Um poema em forma de cordel
Mas no final se perdeu
Naquele dia a brisa apareceu.
O vento ventou
E o papel, voou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário