segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Dancei

A noite era perfeita
E ela estava lá,
Esperei a primeira música passar,
Esperei uma outra também.
Aguardei pelo momento certo.
Passou um tempo,
E nada.
Ela foi embora, então.
No final das contas,
A ultima dança foi com a solidão.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Na Profundeza do Seu Olhar

Mesmo sem saber nadar
Mesmo com um certo medo d'água
Eu não pude resistir
Naquele azul magnífico eu me arrisquei
Sem pensar em desistir
No azul profundo do seu olhar eu mergulhei

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

...

Eu olhei a sua boca
Mas conversei com seu olhar

domingo, 24 de junho de 2012

Diálogo

-Nós precisamos conversar, pare de chorar!
-Está bem, sobre o que você quer falar?
-Me fale o que você pensou quando se apaixonou por ela?
-Nada, simplesmente comecei a gostar dela...
-Mas como?? Não levou em conta tudo o que eu te falei depois daquela desilusão? Quis errar de novo?
-Não é bem assim... Eu pensei em tudo o que tinhas me dito, mas achei que seria diferente com ela.
-Você não aprende. Tudo dizia que você se decepcionaria com ela também. Tolo!
- Tudo não! Certos momentos valeram a pena, não achas?
-Certos momentos não compensam as dores de cabeça que eu tive tentando fazer você parar de se lamentar!
- Você não consegue ver o lado positivo, eu admito que as coisas acabaram de uma forma que eu não planejei, mas mesmo assim valeu a pena!
- Eu não vejo o lado positivo, mas também não fico me lamentando como um fraco. Seu defeito é não ter um cérebro para pensar melhor nas coisas!
-  É mesmo? E o seu defeito é não ter um coração para te ensinar que de vez em quando é interessante dar um salto mortal em algo!

Assim se finda mais uma discussão entre o cérebro e o coração.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

A culpa é do Desapego


Sabe,
Eu talvez tenha ficado triste
Talvez eu tenha me apegado demais em você
E de quem é a culpa?
Sua, de ser tão apegável?
Ou minha, de fantasiar as coisas reais e assim, me iludir com elas?

É, eu acho que foi minha realmente
Afinal, se apegar facilmente não é uma arte, é um martírio
Uma arte é desapegar-se com facilidade, mudar de direção rapidamente,
Não perder tempo com lamentos, viver sua vida.

Mas me diga, onde ensinam essa arte? Ensinam essa arte?
Talvez não a ensinem
Os que a possuem não devem querer dividi - lá com o pobre mundo, afinal
Lenços de papel e comidas gordurosas dão dinheiro.
E também a tristeza de uns diverte outros, por isso.

Mas não adianta ficar se lamentando, não é?
Não adianta ficar chorando pelo que já se foi
Por mais apegado que seja uma hora o coração acorda, uma hora ele escuta a voz pessimista do cérebro
E parte pra outra, dando um tempo pras feridas cicatrizarem, mas parte pra outra.


segunda-feira, 2 de abril de 2012

Abismo

Só um passo
Só uma escolha
Em um único momento:
Caminhar e cair ou
Dar meia volta e começar tudo de novo?
Grande duvida...
Grande responsabilidade
Afinal, vale a pena insistir em um caminho cujo qual não há nem mais a ponte de cordas?
Valeria, mas nem sei voar...
Seria nada mais do que um pulo direto para as pedras
Um pulo para a morte...
E valeria começar tudo de novo?
Deixar pra trás, mesmo que pouca seja, uma história
Uma breve vida
Será?
E se tudo estiver mudado,
E se não encontrar as mesmas coisas que antes encontrava?
Enfim,
Já está ficando escuro
E logo eu nem mais conseguirei ver meus passos
Então é melhor voltar à vida.
Longe deste abismo.

segunda-feira, 12 de março de 2012

A Sua Felicidade

É triste ver em seu olhar
Que a sua felicidade arranjou um novo protagonista
E que você não me deixa mais representar
O que antes era comum em sua vista

Maldita felicidade !
Metida a roteirista,
Vai me fazer perder a sanidade
Se é que ela ainda exista....

quinta-feira, 8 de março de 2012

À Deriva nos Mares da Mente

Esqueci-me do ponto de partida!
Onde está meu porto seguro ?
Me distanciei muito da beira... estaria perdido ? 
E qual era mesmo minha direção ?
Norte, sul, leste ou oeste ?
Enfim, agora já é tarde...
Já nem consigo ver a linha que separa o mar e o céu azul
E também não sei de onde vim e quais eram meus objetivos...
Culpa das tormentas e dos raios! 
Que ora estavam em meu caminho,
Ora estavam em minha mente.
Não sei também onde está minha bússola,
Mesmo que nem a seguisse antes,
Me confortava.
Mas agora só me resta buscar uma nova direção,
Um caminho novo.
Quem sabe possa ser a luz de um farol no meio do mar
Que me guie pra fora desta deriva mental.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Meme

Bom, a Vic do Santa Ironia me colocou nesse meme. Fica meu agradecimento a ela ;)
E eu não sei fazer essas coisas, mas vamos lá as regras :

Regras - Responder às perguntas abaixo. - Repassar o selinho de qualidade para 15 5 blogs e avisá-los.

Nome: Leonardo de Oliveira Cruz (Léo Cruz)
Uma música: Eu quero sempre mais-Ira e Pitty
Humor: Feliz, sempre 
Uma cor: Vermelho
Um seriado: Eu, a patroa e as crianças ( mas são muitos, é foda escolher só um)
Frase ou palavra mais dita por você: "aham", bah"
O que achou do selinho de qualidade? Muito tri, ainda mais pelo meu blog sendo de poesia e mesmo assim ser lembrado :)
 
Fale 10 coisas sobre você:
  1. Escrevo ou quase isso poesia (hehehe)
  2. Adoro filmes
  3. Se eu gosto de um filme, vejo ele muitas e muitas vezes
  4. Bah,  gosto muito da Marvel e da Dc comics
  5. Não sei como se faz correntes tipo essa
  6. Amo meus amigos e prezo muito eles
  7. Antes de dormir, sempre faço uma projeção do dia seguinte, tipo quando se reza
  8. Não gosto de pagode, funk, sertanejo, axé e tantas outras coisas
  9. Na maioria das vezes, escuto rock
  10. E por enquanto penso em fazer publicidade na faculdade 

  
Repassar o selo pra 15 5 blogs:

Bom, desculpem pois não leio tantos outros blogs. E é isso, os mencionados façam o mesmo!!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Horizonte

Onde o olho se perde,
Onde a esperança se finda,
E a saudade soluça,
O coração desiste.

Desiste de buscar no horizonte
Os motivos que antes estavam consigo
Que antes o faziam bem, 
Simplesmente por uma palavra muda que saltava do olhar,
Simplesmente por um esboço risonho dos lábios.


E então os olhos param de buscar onde antes encontravam,
E começam a procurar novos horizontes para se perder;
Novos portos seguros, novas realidades;
Procuram motivos para nunca mais se encontrar
Para esquecer-se nas profundezas daquele novo olhar mimoso.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

A saudade e o Esquecimento

De um lado a saudade
De outro o esquecimento

O lado da saudade me faz querer esquecer a minha necessidade de te esquecer.
O lado do esquecimento me faz querer parar de sentir saudade de sentir saudade de você.

Ou seja, são dois lados que andam em linha,
Eu diria que são lados que seguem um do lado do outro.
Mas em direções opostas.
O lado da saudade segue o caminho que se aproxima do meu coração
O lado do esquecimento segue o caminho que se afasta dele...

Mas talvez por isso, de andarem juntos
Seja tão difícil escolher o melhor caminho.
Ou o caminho que me jogará em seus braços ou o caminho que lhe jogará do meu coração...

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Por Uma Estrada Qualquer

Por uma estrada qualquer, traçamos o nosso caminho
Um lindo caminho...
Mas uma natureza selvagem nos rodeava
Com ela, desafios e pesares nos cercavam também
E da mesma forma que uma semente germina com água,
Nossos problemas cresciam, mas regados por lágrimas.
Lágrimas cujas quais eram escondidas
Talvez por causa da linda imagem de amor que nós ostentávamos,
Talvez por acomodação.
E assim, nosso caminho se findou.
Agora sozinhos, traçamos estradas distintas
Que nos levaram para lugares totalmente opostos
E então, nossa antiga estrada para o paraíso,
Transformou-se em uma ruela sem saída.